Dicas para educar o seu gato:  Como ter um felino obediente em simples costumes

Publicidade

Ter dicas para educar seu gato é algo que todos os donos deveriam ter, pois o gato é um animal domesticado há muitos anos, mas ainda existe certa resistência de como educá-los pela a dificuldade do mesmo transparecer qualquer tipo de reação. 

Publicidade

Educar o seu gato

Mas não se engane, muitos gatinhos são bem expressivos, basta saber como identificar isso e usar como método de educação. Veja abaixo nossas dicas e se surpreenda. 

Tente convencer o seu gato:

Caso ele tenha dificuldade em fazer determinada tarefa, pode ser parar de subir na mesa ou fazer xixi fora da caixinha.

Sempre que isso ocorrer tente explicá-lo que não pode, e sempre que ele obedecer de um petisco como um patê ou biscoitinho. 

O que deve ser evitado para o gato:

Publicidade

A ideia é motivá-lo e evitar ao máximo dar broncas o tempo todo ou tratá-lo com rigidez. A punição leva o felino a ficar agressivo e dificulta seu aprendizado, conforme ele se torna mais resistente.

Também não adianta escolher um momento de distração do pet. Se ele estiver de olho em alguma presa ou entretido com o brinquedo , provavelmente vai se irritar ao ser tirado desse ambiente.

Esse treinamento deve ser realizado desde filhote e de preferência ainda antes dos dois anos de idade. Até porque, diferente dos cães, essa espécie não gosta tanto de agradar seu dono e dificilmente será obediente apenas por vontade própria.

Ensine a não morder ou arranhar:

Para esta tarefa é necessário bastante paciência, e deve ser feita em filhotes, pois assim eles irão acostumar desde cedo. 

Publicidade

Tente fazer que ele seja sociável ao máximo com todos, deixe que ele brinque em meio de crianças e moradores da mesma casa, pois deste modo você saberá quando ele quer ser tocado e quando não quer. 

Quando ele estiver relaxado e calmo, faça leves carinhos no pescoço, cabeça, costas e queixo, a barriga deve ser evitada muitas das vezes pois ela é muito sensível e pode gerar dor. 

Afiar as unhas nos móveis nunca mais:

Os gatos têm um hábito de arranhar as unhas nos móveis e estofados da casa, como forma de amolar e marcar território.

Para não estragar os seus móveis e estofados, é importante dar algo para ele arranhar as unhas, existem peças especialmente para isso, além disso existem lixas que você pode comprar e ensinar o seu felino a usá-las. 

Caso neste processo ele ainda tente arranhar o móvel, pegue um borrifador de água e espirre na direção do felino, ou fale em bom som um NÃO! Desde modo ele irá entender que é errado tal ação. 

Para que o gato não se importem na escovação:

 Escovar os pelos do seu felino é uma forma de evitar várias doenças, mas muitos não têm este tipo de costume de deixar o dono passar o objeto sobre o seu corpo. 

Para que isso se torne natural e sem problemas, basta usar a escovação nos rituais de carícias, assim o medo irá passar e ele se sentirá mais confortável. 

Como usar a caixa de areia:

Para que o seu gato aprenda de forma positiva usar a caixa de areia, coloque-a em um lugar tranquilo, sem barulhos ou algo do tipo, não é indicado colocar no banheiro, coloque-a em um bom campo de visão do gato, assim sendo mais fácil a aprendizagem. 

A caixa de areia deve ser grande, aberta e com areia que não suba poeira, além disso é necessário a troca da areia sempre que possível, para que ele não se sinta desmotivado com o mau cheiro. Acredite, os gatos não gostam quando sua areia está um pouco suja.

As fezes devem ser retiradas todos os dias, e a areia de 2 a 3x na semana, e para que o gato aprenda usar a caixa, deve-se levar o mesmo na caixa após a cada refeição feita.

E sempre que ele fizer as necessidades na caixinha, o recompense, e não o puna caso ele faça perto ou em outro lugar que não seja a caixa. 

Alimentação para o gato:

Os gatos estão acostumados com comidas sólidas, assim que eles tiverem capacidade, introduza a ração, pois caso não seja assim o felino irá começar a caçar e levar vários bichos mortos para a sua casa.