Dicas para valorizar a mesada do seu filho (a): Com essas dicas o seu filho (a) terá mais sabedoria na hora de lidar com o dinheiro

Está sendo bem frequente nos dias atuais a prática de dar uma quantia em dinheiro para os filhos, a famosa mesada. 

PUBLICIDADE

Este é um método que muitos pais usam para ensinar de certo modo os filhos tratarem o seu próprio dinheiro, ou como te-lo através de esforços, como tarefas que devem ser feita em casa ou na escola.

Se você está tentando aplicar este tipo de método aos seus filhos, aprenda conosco várias dicas de como valorizar a mesada dada ao seu filho mensalmente. Assim tendo resultados super satisfatórios. 

PUBLICIDADE

Consumo:

Sempre que possível mostre o seu filho a importância do dinheiro, assim, ele não sairá gastando com tudo que ver pela frente. Leve o seu filho na farmácia, supermercado ou padaria. 

Logo que a criança começar a manifestar seu desejo de possuir alguns produtos e pedir para você comprar, este é o melhor momento de começar a explicar como é a situação. Normalmente, as famosas frases “eu quero” ou “compra pra mim” ocorrem mais nesses ambientes. 

Trabalho:

Uma boa tática que muitos pais fazem é pedir que os filhos ajudem nas tarefas de casa como, guardar os brinquedos, arrumar o quarto e muito mais. 

PUBLICIDADE

Sempre converse com a criança, mostre que isso faz sentido e faz bem para o aprendizado do mesmo. 

Seja exemplo:

Seja você, pai ou mãe, o exemplo para os seus filhos, pois isso tem grande importância. A todo instante ele está observando os provedores da família atentamente, como você trata o seu dinheiro não é diferente. 

Quando você adota em seu lar a educação financeira, saiba que o seu filho será um ser humano bem mais consciente com o dinheiro adquirido ao longo da vida.

Gastos com a mesada:

Saiba que quando as crianças são um pouco menores elas irão direcionar sua mesada em brinquedos, fantasias e besteiras.

Quando estão na adolescência eles tem costume de gastar em cinema, passeios com amigos, e com namoradas ou namorados. 

Nesta fase é muito bom já aplicar certas responsabilidades ligadas a contas de telefone ou de viagens entre família.

Idade:

Nunca é indicado que dê mesadas para crianças mais pequenas, pois nem todas vão saber lidar com o dinheiro ou nem vão dar muito importância. 

Muitos especialistas falam que a melhor idade é de 6 a 7 anos, pois nesta idade os filhos estão entendendo mais, e vão querer participar de todo o processo. 

Planos futuros: 

De conselhos para a criança, peça para ela economizar pelo menos 20% da mesada recebida. Explique que o dinheiro não será suficiente para comprar itens mais caros como, bicicleta, videogame. Então é necessário economizar.

De um cofrinho de presente:

Você pose dar um belo cofrinho de presente, o famoso porquinho. Outra ideia é dar potes transparentes para que o seu filho veja o progresso da economia feita.

Vá a uma financeira:

Leve a criança ao banco para abrir uma caderneta de poupança. Aproveite para explicar o papel importante das instituições financeiras. Faça um passeio pelo o seu banco, conte o que faz cada funcionário, como o gerente, os caixas e os guardas vigiando a entrada. Explique que todos são iguais, independente de seu papel ali dentro. 

Decisão da criança: 

Sempre deixe a criança decidir, não se intrometa porque isso pode deixá-la desmotivada. Não tente incentivar a juntar dinheiro para planos que estão muito no futuro como, faculdade ou um carro. A criança não irá entender absolutamente nada. 

Perguntas frequentes:

Mesmo sendo algo de grande aprendizagem, muitos pais ainda tem uma certa dúvida se isso é uma forma de educar. Para lhe ajudar veja abaixo algumas dicas frequentes e suas soluções. 

Para o que não serve a mesada?

A mesada não deve ser usada para comprar o lanche oferecido na escola, especialmente quando a criança ainda é pequena. Para não correr o risco de a criança tomar a decisão de trocar o lanche pelo dinheiro.

Na infância, a mesada também não deve ser gasta em roupas, sapatos e muito menos atividades extras como futebol, natação, inglês. Esse papel é ainda exclusivamente dos pais. 

Qual o melhor valor para mesada?

Não tem uma regra quando falamos do valor, pois cada família sabe o limite de pagamento. Alguns pais dão valores diferentes para cada obrigação a ser feita, e quando o filho não cumprir o que foi pedido, o valor é reduzido até o final do mês.

Como ensinar qual é a hora correta de gastar o dinheiro dado?

Quando tem o dinheiro disponível. Quando não tem o dinheiro disponível, é preciso esperar e juntar a mesada para conseguir o que tanto deseja. Isso é a famosa educação financeira.