Dicas para Controlar os seus gastos: Tenha uma boa educação financeira

Um dos maiores problemas que muitos brasileiros vivem é de como controlar seus gastos, e nem sempre tem uma certa noção de várias dicas para controlar os gastos que podem ajudar no dia a dia. 

Com a praticidade do cartão de crédito e do crédito automático, muitas pessoas se sentem perdidas na hora de fechar as contas de casa ou do trabalho, pois algumas vezes os valores não batem, e isso acaba gerando alguns problemas. 

Mulher fazendo contas para controlar os gastos

Caso você se encaixe em algum desses dois exemplos citados acima, veja abaixo em nosso post, dicas que super irão lhe ajudar neste momento de confusão. 

Nada de mais de um cartão de crédito:

Se for de grande necessidade, corte ou cancele os outros que você tenha em sua carteira. Ter muitos cartões é um caminho muito fácil para o descontrole com as contas.

Mesmo com as novas regras do cartão, ele ainda está entre os juros mais caros do mercado financeiro.

Uma dica é só levar o cartão quando você tiver uma compra realmente necessária e que caiba no orçamento do mês. 

Nada de idas aos shoppings:

Por conta das várias lojas e a vasta opção de produtos, o shopping acaba sendo um atrativo na hora de comprar, vá neste tipo de estabelecimento quando for necessário, evite idas toda semana. Pode lhe gerar prejuízos. 

Saiba seu custo de vida:

Sempre que for a época de chegar as contas em casa como, luz, água, gás, internet entre outras.

Pegue todos os valores e faça uma planilha, lá você organizará tudo que será pago e quantia que sobrará que até pode ser usada para outros fins. 

Corte a TV a cabo e avalie o plano de celular:

Quando as contas estão fora de controle, o melhor é cortar gastos que não são tão essenciais e conseguimos viver bem sem.

Saiba que você consegue viver sem TV a cabo, Netflix e com um telefone pré-pago.

Na internet é possível encontrar vários comparadores de planos, deste modo, lhe ajudando na decisão que será tomada. 

Tenha alternativas em conta:

Em vez de comprar aquele sapato caro que saiu a poucos dias, pegue aquele sapato que esta guardado em casa quase que sem função e de uma renovado em um ótimo sapateiro, com essa atitude você terá um sapato novo sem gastar rios de dinheiro.

Tenha novos hábitos de consumo:

Evite compras coisas de última linha sempre que for preciso, existem lojas de usados que tem produtos de ótima qualidade e com um preço lá embaixo.

Renegocie suas dívidas:

Troque as mais caras como cheque especial e rotativo do cartão de crédito, pelas mais baratas como, empréstimo consignado e crédito pessoal.

Com o corte nas despesas, você terá dinheiro para quitar seus débitos e limpar seu nome.

Compare os preços:

Evite o mais caro, pesquise! Vá em várias lojas se for preciso, pois sempre existirá aquela com o preço super mais em conta. 

Seja mão fechada quando preciso:

Não é pecado ser pão-duro quando você não tem dinheiro para gastar. É melhor do que ser mão-aberta e ficar cheio de dívidas para pagar.

Tenha um limite:

É quase que uma regra ter um limite de gastos mensalmente, pois sem esse controle as coisas começam a ficar desordenadas, controle o dinheiro da saidinha no final de semana ou daquele lanche diário, com essa simples atitude você notará que você fez uma boa economia. 

Tenha metas e objetivos:

Para que estou economizando? É por conta daquele viagem dos seus sonhos? Ou para pagar aquele curso que vai lhe trazer grandes oportunidade?

Enfim, sempre que você sentir que está saindo dos eixos, lembre-se do seus objetivos, saiba como eles são importantes para você, assim que isso se tornar diário as coisas se tornaram mais fáceis. 

Pense antes de comprar:

A maioria das pessoas compra por impulso, isso quer dizer que elas  passam na frente de uma loja, olham o produto e compram, sem pensar e sem necessidade alguma. 

Nesse sentido, é fundamental analisar se o produto é necessário, se o preço é bom e se não prejudicará o orçamento do final do mês, será que a pessoa poderia comprar isso em uma época mais controlada? Enfim, deve levar tudo isso em consideração antes de finalizar qualquer compra.